sexta-feira, novembro 27, 2020
Região

Tremor de magnitude 2.5 é registrado no Ceará pela Rede Sismográfica Brasileira

39visualizações
Estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR), operadas pelo Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Labsis/UFRN), registraram um tremor de terra de magnitude 2.5 mR na divisa entre os municípios de Chorozinho e Cascavel, no Ceará.

O evento sísmico ocorreu na noite desta terça-feira, dia 7 de julho, mais precisamente às 20h22, do horário local e foi sentido pela população nas localidades de Pitombeiras, Cedro, Timbaúba dos Marinheiros e Chorozinho.

O último evento registrado pela RSBR em parceria com o Labsis no estado do Ceará ocorreu no último sábado (4), na região do município de Bela Cruz, e teve magnitude 1.7 mR. Além deste, outros eventos também foram registrados no Ceará no final do mês de junho, mais precisamente no dia 29, quando dois eventos ocorreram na região de Santana do Acaraú (magnitudes 1.7 mR e 1.4 mR) e outro na região de Groaíras (magnitude 1.8 mR).

O Laboratório Sismológico da UFRN já informou ao responsável pela Defesa Civil do Ceará sobre o tremor mais recente e segue monitorando e divulgando a atividade sísmica da região Nordeste em tempo real.

Segundo o sismólogo e coordenador do Labsis, Eduardo Menezes, o estado do Ceará tem algumas áreas consideradas sismicamente ativas, como as regiões de Chorozinho, Palhano, Irauçuba, Sobral e Groaíras. Além disso, embora o Brasil esteja no centro da placa sul-americana, existem falhas ativas na placa que podem desencadear os tremores de terra registrados no país, informou o sismólogo.
Mais detalhes do evento: