PT lança Luzianne candidata a prefeita, enquanto PDT ainda sonha com aliança

 PT lança Luzianne candidata a prefeita, enquanto PDT ainda sonha com aliança

Terceira deputada federal mais votada nas eleições de 2018 na Capital, com 111.257 votos e prefeita por dois mandatos, a professora Luizianne Lins foi anunciada, neste domingo (5), como candidata do PT à Prefeitura de Fortaleza. Luizianne era o único nome inscrito na sigla como pré-candidata à sucessão do prefeito Roberto Cláudio (PDT).

A decisão do PT em apresentá-la como postulante ao Paço Municipal é para marcar território na pré-campanha e para afastar, nesse momento, especulações sobre uma possível aliança com o PDT. Há poucos dias, o senador Cid Gomes manifestou desejo do PDT formar uma coligação com o PT. O mesmo sentimento foi exposto dias antes pelo irmão Ciro Gomes.

Luizianne integra a corrente do PT que não pensa, nem quer negociação com o PDT e expõe duras divergências com os irmãos Cid e Ciro Gomes. Luizianne, Cid e Ciro estiveram juntos nas eleições de 2008 quando a petista foi reeleita prefeita da Capital, mas, pouco tempo depois, a aliança foi desfeita.

Lideranças nacionais e estaduais do PT consideram importante o partido disputar o primeiro turno da eleição para Prefeitura de Fortaleza com candidatura própria. É uma estratégia para dar vitrine aos programas e projetos do partido. Há, porém, entre correligionários de Luizianne Lins simpatia por uma aliança entre PDT e PT, que tem o governador Camilo Santana como principal nome no Ceará. Camilo convenceu, no mês de abril, o seu assessor especial, ex-deputado Nelson Martins, a se desincompatibilizar.

A saída de Nelson gerou especulações sobre um nome para unir PDT e PT, mas o papel do petista nesse xadrez da sucessão municipal ainda é uma incógnita. O PDT trabalha, sem pressa, e escolherá na reta final do período das convenções – entre 31 de agosto e 16 de setembro, o candidato à sucessão do prefeito Roberto Cláudio. O PDT tem quatro nomes como opções à disputa pela Prefeitura – José Sarto e Samuel Dias, Izolda Cela.

Fonte: Ceará Agora

redacao

0 Reviews

Write a Review